Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Após caso de coronavírus chegar ao Planalto, Mandetta cancela agenda e volta a Brasília

Ministro cancelou ida a São Paulo para acompanhar a situação de Bolsonaro, ministros e assessores que estiveram nos Estados Unidos. Fabio Wajngarten está com coronavírus e presidente fez o teste

Eliane Cantanhêde, O Estado de S.Paulo

12 de março de 2020 | 16h51

BRASÍLIA - O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, cancelou a ida a São Paulo e está voltando direto do Rio de Janeiro para Brasília para acompanhar a situação do presidente Jair Bolsonaro, dos ministros e assessores que integraram a comitiva presidencial aos Estados Unidos no último fim de semana semana.

A decisão foi tomada depois da confirmação de que o secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten, que também foi aos EUA, foi contaminado pelo coronavírus. Bolsonaro fez o teste, mas não apresenta sintomas. Mesmo que dê negativo, deverá repetir o exame, pois o período de incubação costuma ser de três a cinco dias.

Ao Estado, Mandetta disse que todas as providências para suprir as unidades de saúde com leitos de UTI foram tomadas, mas a entrega será feita mediante requisição das secretarias estaduais de Saúde. A de São Paulo, por exemplo, já pediu reforço de 200 unidades.

Segundo Mandetta, o Ministério da Saúde já contratou mil leitos equipados, por exemplo, com respirador e oxímetro e a empresa responsável tem condições de fazer a entrega em qualquer unidade da Federação em no máximo sete dias. 

Se os pedidos ultrapassarem os mil, será acionada uma segunda encomenda com o mesmo número de unidades e assim por adiante. Também está para chegar no Brasil o navio chinês com 17 milhões de máscaras para o pessoal de saúde.

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.