Após ser considerada livre do vírus, Libéria tem novo caso de Ebola

O infectado é um menino de dez anos que começou a apresentar sintomas no dia 14 de novembro

France Presse

20 Novembro 2015 | 16h56

GENEBRA - A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou nesta sexta-feira, 20, que um novo caso de Ebola foi confirmado na Libéria, país que havia sido declarado livre do vírus.

Segundo Bruce Aylward, chefe da unidade da ONU responsável por combater a doença, o infectado é um menino de dez anos que começou a apresentar sintomas no dia 14 de novembro e foi internado em um hospital de Monrovia três dias depois.

No início de setembro, a OMS anunciou o fim da epidemia de Ebola na Libéria, onde 10,6 mil pessoas se contaminaram e 4 mil morreram. "O menino não tem histórico de contato com nenhum sobrevivente da doença nem assistiu a nenhum funeral de nenhuma vítima", disse Aylward.  O vírus é transmitido por fluídos corporais.

O porta-voz da ONU afirmou que somente com o avanço da investigação será possível ter mais clareza sobre como ocorreu a contaminação. Ele afirmou que, no entanto, a Libéria melhorou muito o sistema de resposta à doença.

Dois irmãos do menino se sentiram mal nos últimos dias, o que levanta a suspeita de que eles também terem sido infectados. "Os pais deles tiveram problemas de saúde nas últimas semanas, e essa, obviamente, pode ser uma das linhas de transmissão", afirmou Aylward.

Segundo o último balanço da OMS, a epidemia que teve início em dezembro de 2013 já deixou 11,3 mil mortos de um total de 29 mil casos.

Mais conteúdo sobre:
ebola libéria

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.