Arquivo pessoal
Arquivo pessoal

Após um ano, Sofia deixa hospital em Miami

Menina passou por transplante múltiplo nos EUA; pais alugaram uma casa para manter a criança próxima da equipe médica 

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

03 Julho 2015 | 17h55

SOROCABA - Um ano depois de ter sido levada para os Estados Unidos para um transplante de intestino com autorização da Justiça, a menina Sofia Gonçalves de Lacerda, de um ano e meio, deixou o hospital Jackson Memorial, em Miami, na noite de quinta-feira, 3. Os pais alugaram uma casa para manter a criança próxima da equipe médica pelos próximos dois anos, quando ela deve estar totalmente recuperada e pronta para voltar ao Brasil. A família mora em Votorantim, região de Sorocaba.

Sofia é portadora da Síndrome de Berdon, doença rara que impede o funcionamento do aparelho digestivo. No dia 10 de abril, ela foi operada pela equipe dirigida pelo médico brasileiro Rodrigo Vianna e teve substituídos estômago, fígado, pâncreas, intestino delgado e intestino grosso. O tratamento, ao custo de R$ 2,4 milhões foi bancado pelo governo brasileiro por determinação judicial. Hospitais brasileiros não realizavam esse tipo de cirurgia em bebês.

Através de campanhas em redes sociais, a família arrecadou outros R$ 2 milhões que estão sendo usados para manter Sofia e os pais nos Estados Unidos até sua recuperação total. Patrícia Lacerda, mãe da menina, relatou a emocionante despedida de Sofia da equipe médica. “Deu tudo certo e já podemos ir para casa”, comemorou. Em sua nova casa, Sofia vai receber a visita de enfermeiros para coleta de exames e será medicada pelos próprios pais. A volta para o Brasil não tem data definida.

Boa noite pessoal !!!É com muita alegria que informo a todos que nossa princesinha está de alta e já está em casa.Esse...Posted by Ajude a Sofia on Quinta, 2 de julho de 2015

Mais conteúdo sobre:
Bebê Sofia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.