App e-saúdeSP tem nova funcionalidade: Passaporte da Vacina
Conteúdo Patrocinado

App e-saúdeSP tem nova funcionalidade: Passaporte da Vacina

Aplicativo da Prefeitura de São Paulo já oferecia informações sobre a vacinação e a covid-19

Prefeitura de São Paulo, Estadão Blue Studio
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

24 de setembro de 2021 | 11h07

A cidade de São Paulo passou a contar neste mês com o Passaporte da Vacina, uma nova funcionalidade do aplicativo e-saúdeSP. O documento digital tem como objetivo atestar a vacinação do público em eventos com a presença de 500 pessoas ou mais.

A flexibilização das restrições impostas pela pandemia, em decorrência do avanço da vacinação, motivou quem está ansioso para voltar a participar de eventos, caso do estudante Alex Lacerda, de 21 anos de idade. Ele fez o cadastro no aplicativo e-saúdeSP no início de setembro. “Uma das coisas que eu mais tenho sentido saudade nesta pandemia é a interação com pessoas em festas e estádios de futebol. Poder fazer novamente essas coisas foi o que me animou a emitir o Passaporte da Vacina”, conta o jovem.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, até o momento mais de 892 mil pessoas já fizeram o cadastro no app e mais de 244 mil emitiram os passaportes. Por questão de segurança, o passaporte tem validade de sete dias após seu acesso. Quem vem de outras cidades, incluindo os municípios da Grande São Paulo, e de outros Estados, bem como aqueles que não atualizarem o app, deverá apresentar o comprovante físico de vacinação, entregue pela UBS e outros postos de vacinação, quando da aplicação da primeira e segunda doses.

Preparação dos espaços e fornecedores

O novo recurso digital vai auxiliar os espaços de eventos a comprovar a vacinação do público, com pelo menos uma dose do imunizante.

No Centro de Convenções Rebouças, localizado na zona oeste, por exemplo, as adequações exigiram a criação de uma nova comunicação visual e um procedimento prévio de checagem com promotores e prestadores de serviço. “Encaminhamos orientações lembrando da atenção à vacina junto aos participantes e fornecedores. Mas não é apenas responsabilidade do organizador, nós também teremos que cobrar o comprovante”, aponta a diretora do local, Ana Luísa Diniz Cintra.

Embora o passaporte garanta que todos os participantes de um evento estejam vacinados, os espaços devem seguir cumprindo normas previamente estabelecidas: uso de máscaras, fornecimento de álcool em gel, aferição de temperatura e distanciamento de 1,5 metro entre participantes, entre outras. “O setor de eventos gera muita renda e emprego. Foi uma pena termos paralisado por tanto tempo. Agora, estamos nos preparando para fazer seis eventos com público superior a 500 pessoas até o fim deste ano”, destaca Ana Luísa.

Passaporte da vacina

1) Acesse a loja de aplicativos do seu celular e busque: e-saúdeSP.

2) Baixe o aplicativo, faça o cadastro com seus dados e senha.

3) Após o cadastro, é possível acessar o Passaporte da Vacina pelo ícone laranja no menu principal.

4) O passaporte terá os dados de cadastro e indicará se a pessoa tomou a primeira dose, completou o esquema vacinal ou recebeu a dose única, além de gerar um código QR Code.

5) O QR Code será usado em eventos com a presença de 500 pessoas ou mais

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.