Aprovado projeto que cria programa para hepatites virais B e C

Programa garantirá disponibilidade de assistência médico-hospitalar, exames laboratoriais e de medicamentos

Ricardo Valota, da Central de Notícias,

27 de novembro de 2009 | 14h59

Um projeto de lei que cria o Programa de Prevenção e Tratamento para as Hepatites Virais B e C em todo Estado de São Paulo foi aprovado na quarta-feira, 25, pela Assembleia Legislativa. De autoria do deputado Milton Flávio (PSDB), o projeto garante a disponibilização de assistência médico-hospitalar, exames laboratoriais " inclusive os de biologia molecular " tratamento e fornecimento de medicamentos a todos portadores da doença.

 

Veja também:

linkAnvisa autoriza uso de remédio de HIV contra a hepatite

linkIndústria oferece acordo a hemofílicos contaminados com hepatite e HIV 

 

Segundo o deputado, dados das organizações sociais envolvidas com o Movimento Brasileiro de Luta Contra as Hepatites Virais, mostram que cerca de 8 milhões de brasileiros são portadores das Hepatites Virais do tipo B e C sendo que, destes, 90% sequer sabem ou conhecem seu estado sorológico.

 

Entre os artigos aprovados está um que diz que a finalidade da lei é "promover a vacinação contra o vírus da Hepatite B em todos os recém-nascidos, nas primeiras 12 horas de vida, e em todas as crianças e adolescentes até 19 anos, em todo Estado de São Paulo". Outro artigo torna obrigatória a disponibilização da vacina contra o vírus da Hepatite B em todas as unidades de vacinação do Estado de São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
programahepatiteSao Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.