Artistas africanos lançam música para combater Ebola

Canção adverte contra práticas perigosas que facilitam a transmissão do vírus, como o contato com corpos de doentes

O Estado de S. Paulo

20 Novembro 2014 | 15h31

NAIRÓBI - Um coletivo de músicos africanos, que conta com Salif Keita e Tiken Jah Fakoly, lançou a canção Africa Stop Ebola que explica como evitar o contágio por Ebola. A propagação do vírus na região ocidental do continente já deixou mais de 5 mil mortos.

Em oposição à tradicional Do They Know It's Christmas?, impulsionada pelo irlandês Bob Geldof, os africanos apostam em uma vertente mais informativa. Os artistas advertem contra perigosas práticas sociais que facilitam a transmissão do vírus.

"Não toque no enfermo, não toque nos corpos", canta o guineano Kandia Kora. Em parte do continente, as famílias velam seus mortos por três dias, com contínuos beijos e abraços."Se você está mal, deve ir ao médico", repete incessantemente a letra, consciente da desconfiança de grande parte da população que, em geral, recorre a cebola crua, chocolate quente e mistura de água e sal para o tratamento de doenças.

A música é interpretada em francês e em diferentes idiomas africanos. Também participaram da gravação Oumu Sangare, Kandia Kora, Morty Kante, o rapper Didier Awade, entre outros. A canção pode ser adquirida no iTunes e o valor arrecado com as vendas irá para os Médicos Sem Fronteiras.

Este mês, Bob Geldof lançou uma nova versão de Do They Know it's Christmas para marcar a luta contra o Ebola. Bono Vox, Chris Martin e a banda One Direction participaram da gravação. A canção vem enfrentando algumas críticas na África por desconsiderar a diversidade dos países do continente.

Mais conteúdo sobre:
Ebola

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.