Aspirador de pó é letal para as pulgas, diz estudo

Cientista acredita que as escovas do aparelhos rasgam a cutícula dos parasitas, que se desidratam

17 de dezembro de 2007 | 14h44

Cientistas determinaram que a sucção de um aspirador de pó é capaz de matar pulgas em todas as fases da vida, com 96% de sucesso contra pulgas adultas e 100% nos parasitas mais jovens.   Pesquisadores  da Universidade Estadual de Ohio consideraram a descoberta tão surpreendente que repetiram o experimento diversas vezes.   Os testes foram realizados em pulgas de gato, ou Ctenocephalides felis, o tipo mais comum a atacar animais de companhia e seres humanos.   Segundo os responsáveis pelo trabalho, a combinação dos efeitos deletérios das escovas, ventiladores e fortes correntes de ar nos aspiradores atuam em conjunto para matar as pulgas. O modelo testado usou um sistema de sucção vertical, mas os pesquisadores crêem que o design do aparelho não deve ter afetado os resultados.   "Não importa em que tipo de aspirados a pulga é sugada, provavelmente trata-se de uma viagem sem volta", disse o entomólogo Glen Needham, co-autor do estudo, publicado no periódico Entomologia Experimentalis et Applicata.   Ele teoriza que as escovas dos aspiradores removem a cutícula que recobre as pulgas, expondo-as à desidratação. "Não fizemos autópsias, então não podemos falar com certeza. Mas parece que é a agressão física que causa a morte", disse ele.   O estudo foi parcialmente financiado pela Royal Appliance Manufacturing Co., uma indústria de eletrodomésticos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.