Nasa/Divulgação
Nasa/Divulgação

Asteroide de 45 metros de comprimento passa a 27 mil quilômetros da Terra

É a menor distância registrada entre uma rocha dessa magnitude e o nosso planeta

O Estado de S.Paulo,

15 de fevereiro de 2013 | 19h05

SÃO PAULO - Um asteroide passou nesta sexta-feira, 15, a apenas 27.59 quilômetros da Terra - distância bem menor que a dos satélites que orbitam o planeta, a cerca de 36 mil km de altitude -, horas depois de um meteoro explodir sobre os Montes Urais, na Rússia. É a menor distância registrada entre uma rocha dessa magnitude - 45 metros de comprimento - e a Terra.

Em todo o mundo, cientistas insistiram que o meteoro e o asteroide não têm nenhuma relação, já que eles aparentemente viajavam em direções opostas. O asteroide que passou "raspando" pela Terra é cerca de três vezes maior que o meteoro e deleitou astrônomos na Austrália e nos arredores, que puderam observá-lo sem problemas, em um céu noturno limpo.

Chamado de 2012 DA14, o asteroide não colidiu com nenhum satélite em órbita, como previram os cientistas. Agora, segundo Paul Chodas, do programa de Objetos Próximos da Terra do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos, o asteroide "está indo embora".

Tudo o que sabemos sobre:
Asteroide

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.