Astronautas instalam nova bomba do sistema de refrigeração da ISS

O posto orbital vem operando com metade da capacidade de refrigeração desde que a bomba original falhou

Associated Press

16 de agosto de 2010 | 13h36

Wheelock e Tracy trabalham para instalar a nova bomba de amônio. Nasa TV/SP

 

Astronautas instalaram uma nova bomba de amônia na Estação espacial Internacional (ISS), realizando o reparo urgente do sistema que funcionava com apenas meia capacidade há duas semanas.

 

Realizando uma terceira caminhada espacial em apenas dez dias, Douglas Wheelock pôs a bomba, do tamanho de um,a banheira, no lugar e então apertou os parafusos, enquanto Tracy Caldwell Dyson conectava os cabos elétricos. Um teste inicial foi bem-sucedido.

 

Os astronautas em seguida conectaram os dutos de amônia. Para alívio de todos, o trabalho foi feito sem percalços, e a amônia não vazou.

 

"Não vimos nenhuma amônia escapar hoje", disse o controle de missão, por rádio.

 

Orgulhoso, Wheelock mostrou para as Câmeras a lista de tarefas envolvidas na conexão da nova bomba, anotada na manga do traje espacial. Em letras pretas, estava a expressão "fim de jogo!".

 

Mais testes ainda precisam ser feitos, mas se tudo correr bem, o sistema de refrigeração da ISS deve voltar a ter capacidade plena na quinta-feira.

 

O posto orbital vem operando com metade da capacidade desde que a bomba de amônia original falhou em 31 de julho. As pesquisas científicas foram suspensas e alguns equipamentos, desativados para evitar sobrecarregar o sistema.

 

A Nasa informa que uma quarta caminhada espacial ainda será necessária para levar a bomba defeituosa a um local permanente, mas ainda não foi decidido quando isso ocorrerá. 

Tudo o que sabemos sobre:
estação espacialnasaiss

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.