Efe/Nasa
Efe/Nasa

Astronautas saem de estação para caminhada espacial

Stephen Bowen e Alvin Drew passaram cerca de seis horas e meia no espaço, preparando o complexo para receber um último módulo de armazenagem

CHRIS BALTIMORE, REUTERS

28 Fevereiro 2011 | 20h41

Dois astronautas da Nasa saíram na segunda-feira da Estação Espacial Internacional, preparando o complexo orbital para o funcionamento depois que os Estados Unidos aposentarem sua frota de três ônibus espaciais.

Stephen Bowen e Alvin Drew, que chegaram no sábado à Estação a bordo do ônibus Discovery, passaram cerca de seis horas e meia no espaço, preparando o complexo para receber um último módulo de armazenagem.

Veja também:

especial Saiba mais sobre a missão

blog Blog: Música para acordar astronautas

blog Acompanhe a missão pelo twitter da astronauta Nicole Stott

blog Acompanhe a missão pelo twitter da Nasa

Esse módulo foi levado pelo Discovery na missão que decolou na quinta-feira do Centro Espacial Kennedy no 39.º e último voo dessa nave.

Drew recolheu uma amostra do vácuo espacial em uma cápsula de metal, a pedido da agência espacial japonesa, que irá exibir esse "nada" num museu.

O único contratempo da atividade aconteceu quando um dos braços mecânicos da estação travou na hora de carregar uma peça defeituosa de 360 quilos.

A Nasa vai encerrar seu programa de ônibus espaciais neste ano, após 30 anos de atividade. As naves Endeavour e Atlantis devem fazer seus últimos voos até o fim do ano.

Bowen foi incluído na tripulação no mês passado, porque o titular Tim Kopra se machucou ao cair da bicicleta. Kopra, que foi de muletas ao Centro de Controle em Houston, conversou com Bowen e Drew durante a saída ao espaço.

"É bom ouvir a voz de vocês", afirmou Kopra pelo rádio. "Deveria ser ao contrário aqui", respondeu Bowen.

Uma segunda saída ao espaço está programada para quarta-feira.

Enquanto isso, a Nasa já prepara o último voo do Endeavour, provavelmente em 19 de abril. A nave levará um detector de partículas de 2 bilhões de dólares, o Espectrômetro Magnético Alfa.

O comandante da missão será o astronauta Mark Kelly, marido da deputada democrata Gabrielle Giffords, que se recupera depois de ser baleada na cabeça no Arizona.

Os Estados Unidos estão aposentando os ônibus espaciais devido ao seu custo elevado e para desenvolver naves que sejam capazes de viajar para a Lua e mais longe.

(Reportagem adicional de Irene Klotz, em Cabo Canaveral)

Mais conteúdo sobre:
CienciaastronautaDiscovery

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.