Até 2020, ligações para o CVV serão gratuitas

Resolução do Ministério da Saúde garantirá a gratuidade do serviço

O Estado de S. Paulo

11 Março 2017 | 18h26

O Centro de Valorização da Vida (CVV), associação responsável por promover atendimentos de apoio emocional e prevenção ao suicídio há mais de meio século no País, deverá se tornar um número de emergência até 2020. Com isso, o serviço, que atende a quase um milhão de pessoas por ano, será gratuito. 

Conhecido pelo telefone 141 (cujo custo hoje é o de uma ligação local), o CVV deverá ter seu número alterado para 188. Desde 2015, o CVV atende de maneira gratuita no Rio Grande do Sul, considerado como o piloto para a sua aplicação nacional. De acordo com o site da entidade, mais de 2.000 pessoas são voluntárias da associação, presente em 18 Estados mais o Distrito Federal. Além do atendimento por telefone, é possível pedir ajuda via chat, e-mail e nas mais de 70 sedes físicas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.