Austrália aumenta alerta após confirmar 2 mil casos da gripe

Agora, apenas doentes que apresentarem um quadro mais grave terão acesso tratamento com Tamiflu

Efe,

17 Junho 2009 | 16h25

O Governo da Austrália aumentou o nível de alerta da gripe suína após confirmar 2.026 casos da doença, anunciou nesta quarta-feira, 17, a ministra da Saúde, Nicola Roxon.

 

Veja também:

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde 

 

A partir de agora, apenas os doentes que apresentarem um quadro mais grave terão acesso ao tratamento com o antiviral Tamiflu, enquanto os que tiverem sintomas leves deverão se conformar com medicamentos para o tratamento da gripe comum.

 

A iniciativa pretende garantir as reservas do Tamiflu para a possível explosão de uma epidemia em escala nacional mais grave que a atual.

 

Dos 2.026 casos positivos, 1.210 foram registrados no estado de Victoria, cujas autoridades não atualizam os dados da doença há vários dias, e por isso o número de infectados pode ser ainda superior.

 

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína influenza A (H1N1)

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.