Força Aérea Brasileira
Força Aérea Brasileira

Aviões militares levam 317 mil máscaras e suprimentos para Manaus

Capital do Amazonas está com seu sistema de saúde em total colapso, sem capacidade nenhuma de atender pacientes

André Borges, O Estado de S.Paulo

02 de maio de 2020 | 14h15

BRASÍLIA - Duas aeronaves da Força Aérea Brasileira chegam a Manaus (AM) neste sábado, para fazer a entrega de 452 mil equipamentos de proteção individual (EPI’s), como são conhecidos os suprimentos básicos de prevenção contra o coronavírus.

Ao todo, foram entregues 300 mil unidades de máscaras cirúrgicas, 17 mil unidades de máscaras N95, 130 mil unidades de luvas, 4.080 óculos e 1.300 aventais, além de 1.080 litros de álcool em gel doados pela Fundação Itaú para Educação e Cultura.

Manaus está com seu sistema de saúde em total colapso, sem capacidade nenhuma de atender pacientes. Na quarta-feira, 29, em entrevista ao Estado, o governador do Amazonas, Wilson Lima, criticou o governo Bolsonaro pelo “pouquíssimo apoio” que o Palácio do Planalto tem prestado ao Estado. “O governo federal ajudado pouquíssimo, é pouco demais diante do problema que a gente tem. Precisamos de mais ajuda”, disse Lima.

Segundo o governador, é urgente o recebimento de pelo menos 100 profissionais, entre médicos, intensivistas e enfermeiros, além de cerca de 100 respiradores e equipamentos de proteção individual. “É o mínimo que precisamos para aguentar pelos próximos dez a 15 dias”, comentou.

TIRE SUAS DÚVIDAS SOBRE O CORONAVÍRUS

Por que o surto de coronavírus começou na China?


Não tenho carteira de trabalho e quero receber o auxílio emergencial. O que eu faço?


Qual é o efeito do coronavírus no corpo?


Coronavírus: quais os riscos para gestantes, lactantes e recém-nascidos?


Como diferenciar coronavírus e alergias

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.