Bahia confirma primeira morte por gripe suína no estado

Secretaria estuda como paciente foi contaminado; Pernambuco confirma morte de adolescente em Olinda

Solange Spigliatti, da Central de Notícias

03 Agosto 2009 | 09h56

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia confirmou nesta segunda-feira, 3, o primeiro caso de morte pelo vírus Influenza A (H1N1) no estado. De acordo com a secretaria, o corretor de imóveis Geraldo de Freitas Santos, que faleceu no último dia 28 de julho em um hospital particular, tinha 50 anos, era hipertenso e tinha histórico familiar de morte súbita.

 

Veja também:

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde 

 

Segundo a Sesab, o corretor havia procurado serviço médico no dia 25, foi avaliado e liberado, porque não tinha histórico de viagem recente ou de contato com pessoas de outros Estados ou países. Dois dias depois, voltou à unidade médica, com quadro de dificuldade respiratória e dores nas pernas.

 

Segundo exames feitos na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio, Santos, residente em Salvador, apresentou resultado positivo para o vírus causador da gripe suína. Os outros exames realizados, anatomopatológicos e RT-PCR dos tecidos coletados, ainda não foram concluídos.

No dia da morte do corretor, a diretora da Divisão de Vigilância Epidemiológica da Bahia, Alcina Andrade, havia dito que, caso fosse constatada a infecção do paciente pela gripe A, ele seria "o primeiro caso confirmado de transmissão do vírus dentro do estado". Nes segunda, porém, a Sesab afirmou que a morte ainda "não configura que o vírus da Influenza A (H1N1) esteja circulando em Salvador".

 

A Vigilância Epidemiológica da Sesab continua investigando a possível fonte de contaminação do paciente e monitorando os seus familiares para detectar qualquer alteração no seu estado de saúde.

 

Pernambuco

 

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco informou que uma adolescente de 17 anos faleceu na madrugada desta segunda-feira em Olinda, capital do estado, por conta da nova gripe.

 

De acordo com o órgão, a garota estava internada no hospital particular Prontoolinda e já havia recebido a confirmação do Laboratório Evandro Chagas, no Pará, de que havia contraído o vírus Influenza A.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína gripe H1N1 vírus A saúde Bahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.