Bahia registra 39 mortes por meningite em 2010

Do total de óbitos, 23 foram do tipo C, a forma mais grave da doença

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

07 Maio 2010 | 09h28

SÃO PAULO - Trinta e nove pessoas morreram este ano na Bahia decorrentes de todos os tipos de meningite, segundo balanço da Secretaria da Saúde do Estado, registrado até o início de maio. Deste total, 23 foram do tipo C, a forma mais grave da doença. Outros quatro óbitos do tipo C foram confirmados pela Sesab após a divulgação do balanço, totalizando 27 mortes no Estado este ano.

 

Veja também:

linkMinistério da Saúde repassa R$ 22 mi para Bahia combater a meningite

 

Segundo o levantamento, foram confirmados 330 casos de meningite em todo o Estado, com 39 óbitos de todos os tipos da doença. Quanto ao agente etiológico, 121 (36,7%) foram de origem bacteriana, 178 (53,9%) virais, 31 (9,4%) não especificadas e por outras etiologias.

 

Dentre as bacterianas, destaca-se a Doença Meningocócica (DM) com 74 (61,2%) casos, 23 óbitos e letalidade de 31,1% e a Meningite Pneumocócica com 10 casos (8,3%), dois óbitos e 20% de letalidade.

 

Segundo a Sesab, houve um aumento da taxa de letalidade da Doença Meningocócica, em relação ao ano anterior, de 25,4% para 31,1%. No ano de 2009, foram confirmados no Estado 1.511 casos de Meningite e 152 óbitos.

 

O último óbito por meningite tipo C registrado foi de uma jovem, de 20 anos, moradora do bairro Fazenda Grande, em Salvador. Ela faleceu quatro horas depois de dar entrada em estado grave no Hospital Ernesto Simões Filho, na noite de terça-feira, 4.

Mais conteúdo sobre:
meningite mortes Bahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.