Balanço conta 29.669 casos da gripe suína, com 145 mortos

Dados foram divulgados um dia após OMS elevar a doença para a categoria 6, caracterizando uma pandemia

Efe

12 Junho 2009 | 10h14

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou nesta sexta, 12, que 29.669 casos da gripe suína, com 145 mortos, foram confirmados em 74 países, após ter aumentado na quinta-feira o nível de alerta da doença para seis (pandemia).

 

Desde os dados anteriores, foram comunicados 895 casos novos à OMS, e uma morte.

 

A diretora-geral da Organização, Margaret Chan, declarou ontem a pandemia, ao elevar o nível de alerta à fase máxima de seis, devido à grande extensão geográfica do vírus, mas disse que é "uma pandemia moderada" quanto à gravidade.

 

Os Estados Unidos comunicaram 13.217 casos, entre eles 27 mortos; o México, 6.241 casos (108 mortos); o Canadá, 2.978 casos (4 mortos); o Chile 1.694 (2 mortos); e a Austrália, 1.307 casos.

 

Em seguida, vêm Reino Unido (822 casos), Japão (549), Espanha (488), Argentina (343) e China (188).

 

Apesar do anúncio da OMS, o Governo francês decidiu manter para o país o nível cinco de alerta.

 

"Na França, não há circulação ativa do vírus", disse a ministra da Saúde francesa, Roselyne Bachelot.

 

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína OMS balanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.