Base de Alcântara faz lançamento de foguete de treinamento no Maranhão

Operação testou sistemas de rastreio e telemetria e preparou centro para testes no sábado

Wilson Lima, especial para O Estado

06 Dezembro 2010 | 19h10

SÃO LUÍS - O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão, realizou no início da tarde desta segunda-feira, 6, o lançamento do foguete de médio porte Improved Orion, como parte da primeira etapa da Operação Maracati II, cujo objetivo é realizar testes de equipamentos de aferição do CLA e prepará-lo para o lançamento do VSB-30, neste sábado, 11. A partida do VSB-30 é a segunda etapa da Operação Maracati II.

O foguete permaneceu no ar por 5 minutos e 16 segundos e atingiu uma altura de 104 quilômetros, caindo a uma distância de 73 quilômetros da costa. Os testes desta segunda-feira ativeram-se aos meios de rastreio e sistemas de telemetria do CLA.

O diretor-geral do centro, coronel Ricardo Rodrigues Rangel, classificou a operação como um sucesso. "Tudo ocorreu conforme o esperado. É um padrão realizar a contagem regressiva simulada que ocorreu hoje e, como vimos que havia a possibilidade de fazer o lançamento já neste momento, nós o fizemos", disse Rangel.

O lançamento do Improved Orion deveria ter acontecido na manhã do sábado passado, mas foi adiado em função de atraso no transportes de alguns equipamentos. O Orion é um foguete de treinamento monoestágico, movido a propulsão sólida e concebido em parceria entre o Brasil e a Alemanha, com 5,7 metros de comprimento e 500 kg. Essa foi a terceira operação do Orion em bases do País. A primeira ocorreu em 2008, no Centro de Lançamento Barreira do Inferno (CLBI) e a segunda, no próprio CLA, em maio do ano passado.

A expectativa agora gira em torno do lançamento do foguete de sondagem brasileiro VSB-30, marcado para o início da tarde deste sábado. Nesse processo, serão realizados aproximadamente dez experimentos do Programa Espacial Brasileiro de Microgravidade da Agência Espacial Brasileira (AEB) e também da Agência Espacial Alemã.

A primeira janela de lançamento está prevista para às 15h (horário de Brasília) de sábado. Caso as condições climáticas sejam desfavoráveis, uma nova janela será aberta para domingo, também às 15h. "Nossa expectativa é de que as condições de vento ajudem a realizar esse lançamento já no sábado", afirmou Rangel. Por outro lado, se as condições climáticas forem extremamente favoráveis, existe também a possibilidade de o lançamento ser antecipado em 1 hora no sábado.

O último lançamento de um VSB-30 no CLA para realizar experimentos do Programa Brasileiro de Microgravidade ocorreu em julho de 2007. Na época, o foguete alcançou 280 km, com uma velocidade de 7 mil m/s em um tempo de voo de aproximadamente 6 minutos. Apesar de a carga útil não ter sido recuperada na época, os experimentos puderam ser acompanhados pelo sistema de telemetria do CLA. Nesse voo, o foguete também obteve a qualificação plena do VSB-30.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.