DIDA SAMPAIO/ESTADAO
DIDA SAMPAIO/ESTADAO

Bastidores: Dilma se irrita em reunião sobre ‘Aedes aegypti'

Presidente da República não aprovou filme sobre combate ao zika e se queixou da distribuição dos ministros nas visitas pelo País

Tânia Monteiro, O Estado de S. Paulo

12 Fevereiro 2016 | 03h00

A elaboração da força-tarefa do governo para sábado tem criado situações embaraçosas. Na reunião de quarta-feira, que durou mais de duas horas, houve alguns momentos de estresse. Dilma não aprovou o filmete que a Secretaria de Comunicação fez para ser divulgado sobre o combate ao zika. O texto dizia que as pessoas tinham de ter cuidado “com o entorno” das residências. A presidente logo reagiu dizendo “o problema não é no entorno, é dentro de casa”. 

Outra queixa da presidente na reunião foi sobre a distribuição dos ministros nas visitas pelo País. Ela barrou a ida do titular das Minas e Energia, Eduardo Braga, para sua cidade, Manaus, justificando que o momento é de união e de mobilização e que ele tem problemas políticos locais. Com isso, Braga vai para Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, que a princípio ia para a Bahia, também trocou seu destino, para São Luís (MA), porque a ida para seu Estado “não causaria impacto”.

Na reunião desta quinta, o problema foi a distribuição de ministros pelas aeronaves da Força Aérea. Há os que querem viajar carregando 30 assessores, enquanto outros preferem viajar sozinhos. Como as aeronaves são limitadas, alguns terão de viajar em voos comerciais, enquanto outros vão em voos fazendo ‘pinga-pinga’.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.