Beber água pode colocar vida de bebês em risco

Uma condição chamada intoxicação de água pode levar a alterações mentais e convulsões

Reuters

21 de maio de 2008 | 20h26

Bebês menores de seis meses não devem tomar água. É o que dizem os médicos do Centro Infantil Johns Hopkins, nos Estados Unidos, aos pais. Consumir água demais pode colocar os bebês em risco de vida, em uma condição chamada intoxicação de água.  "Mesmo quando eles são muito pequenos, eles têm muita sede ou uma compulsão constante a beber", disse Dr. Jennifer Anders, pediatra do atendimento de emergência do Centro. "Quando eles têm essa sede e eles querem beber alguma coisa, o líquido que eles precisam beber mais é o leite materno ou em pó." Devido à formação prematura dos rins das crianças, beber água demais leva seus corpos a liberar sódio, disse Jennifer. A perda de sódio pode afetar a atividade cerebral, de maneira que os primeiros sintomas da intoxicação de água - que normalmente aparecem de maneira súbita - são irritabilidade, tontura e outras alterações mentais. Outros sintomas podem incluir baixa temperatura corporal, inchaço do rosto e convulsões.  Caso os bebês tenham cuidado médico imediato, as convulsões e a intoxicação podem não ter conseqüências piores, disse.

Tudo o que sabemos sobre:
bebêscriançassaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.