Biolab diz que anticoncepcional Norestin não possui irregularidades

Segundo o laboratório, o medicamento, que estava entre os considerados defeituosos, atende aos parâmetros de qualidade, eficácia e segurança

Carolina Spillari, do estadão.com.br,

30 Junho 2011 | 23h41

SÃO PAULO - A informação de que o anticoncepcional Norestin apresentava irregularidades é indevida, comentou o laboratório Biolab em nota na noite de quinta-feira, 30.

 

Segundo o Biolab, o aspecto do Norestin é de cor rosa e pode ter pontos de coloração mais intensos, previstos no desenvolvimento do produto. O dado foi notificado à Anvisa. De acordo com o Biolab, o produto atende aos parâmetros de qualidade, eficácia e segurança.

 

O laboratório enviou nota após a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo divulgar que nos últimos quatro anos deixaram de ser distribuídos 1,3 milhão de unidades de anticoncepcionais defeituosos.

 

O Norestin, feito pelo Biolab, esteve entre os anticoncepcionais interditados. A análise dos medicamentos foi feita pelo Instituto Adolfo Lutz. No entanto, sobre o Instituto, o laboratório afirmou que os laudos de análise apresentaram resultados satisfatórios quanto ao teor, uniformidade de conteúdo, dissolução, análise de rótulo e peso do medicamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.