Divulgação
Divulgação

Boeing firma parceria para levar turistas ao espaço a partir de 2015

A CST-100 será oferecida à Nasa como alternativa para o envio de astronautas ao espaço

Carlos Orsi, estadão.com.br

15 Setembro 2010 | 16h56

A Boeing está anunciando uma parceria coma  empresa de turismo espacial Space Adventures para vender lugares em uma nave com acesso à órbita baixa da Terra, a mesma faixa do espaço onde orbita a Estação espacial Internacional (ISS). O sistema espacial da Boeing deve estar operacional até 2015.

 

Veja também:

linkNasa adia fim dos voos de ônibus espaciais para 2011

link Obama descarta retorno à Lua e prevê pouso em Marte depois de 2035

blog Boa notícia para Obama: o Falcon 9 voa!

 

Segundo nota divulgada pela gigante do setor aeroespacial, a Space Adventures vai oferecer vagas em voos a serem realizados pela nave espacial comercial da Boeing, chamada Crew Space Transportation 100, ou CST-100.

 

A CST-100 será oferecida à Nasa como alternativa para o envio de astronautas ao espaço. Turistas terão acesso aos assentos vagos dos voos. A capacidade da CST-100 será de sete pessoas. O preço das passagens ainda não foi definido, de acordo com a nota.

 

A nave da Boeing está sendo criada em resposta à decisão do presidente dos EUA, Barack Obama, de terceirizar o acesso de astronautas americanos à órbita terrestre, a partir da aposentadoria dos ônibus espaciais.

 

Em junho, outra empresa envolvida no esforço da criação de uma geração privada de naves espaciais, a SpaceX, testou com sucesso seu foguete lançador, o Falcon 9, e sua cápsula para astronautas, a Dragon. O teste da Dragon foi não tripulado.

 

A última missão de um ônibus espacial está prevista para fevereiro de 2011. Entre o fim da frota de ônibus e a entrada em serviço dos táxis espaciais provados, os astronautas dos EUA dependerão de caronas em naves russas Soyuz.

 

A Space Adventures já havia agenciado viagens de turistas ao espaço a bordo de naves russas. Até hoje, sete pessoas pagaram para visitar a ISS por meio da companhia. O último turista espacial foi Guy Laliberte, que viajou em 2009 e passou 12 dias no espaço.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.