Claudio Furlan/LaPresse via AP
Claudio Furlan/LaPresse via AP

Boletim coronavírus: 25 casos no Brasil, paciente no DF está em estado grave e Itália tem 366 mortes

'Estado' reúne principais notícias do dia sobre a doença. Vírus, que já está nos cinco continentes, chegou ao Vaticano; veja os destaques

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de março de 2020 | 17h13

O Estado reúne diariamente as notícias mais importantes sobre o novo coronavírus no Brasil e no mundo. Em seu boletim diário, o Ministério da Saúde aumentou o número de casos confirmados no País para 25, enquanto a paciente do Distrito Federal teve “melhora discreta” mas ainda está em estado grave. Na Itália, número de mortes aumenta 57% nas últimas 24h e pelo menos 70 mil brasileiros estariam em quarentena no país.

Veja abaixo os destaques:

Subiu para 25 o número de casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no Brasil, de acordo com balanço divulgado do Ministério da Saúde. São 16 registros em São Paulo, três no Rio de Janeiro, dois na Bahia, um em Alagoas, um no Espírito Santo, um em Minas Gerais e um no Distrito Federal. Em relação ao boletim anterior, divulgado no sábado, são cinco novos casos: três em São Paulo, um no Rio e um em Alagoas

Enquanto a China se aproxima de estabilizar a epidemia de coronavírus, boletim da Organização Mundial da Saúde divulgado neste domingo, 8, já foram confirmados em todo o mundo 105.896 casos de covid-19 – 23% disso fora da China: 24.727 casos, em 101 países, oito a mais do que no sábado.

A paciente do Distrito Federal infectada pelo novo coronavírus segue internada e teve “discreta melhora do quadro respiratório”, informou a Secretaria de Estado de Saúde. A mulher de 52 anos está em isolamento na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), em Brasília e, de acordo com o boletim médico, o estado dela ainda é grave.

Em apenas 24 horas, o número de mortos em decorrência da infecção do novo coronavírus subiu 57% na Itália, chegando a 366. O total de infectados saltou para 7.375 e, com isso, provavelmente o país passa a ser o segundo com mais infectados no mundo, atrás somente da China.

Chef brasileiro que mora em Milão atualiza o clima na cidade após o governo decretar quarentena na região norte do país, isolando 16 milhões em ato que o primeiro-ministro chamou de 'emergência nacional'

O surto de coronavírus segue impactando os eventos esportivos pelo mundo afora: neste domingo, a Fórmula 1 confirmou que o GP do Bahrein, segunda etapa da temporada 2020, será realizado de portões fechados no dia 22 de março.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.