Divulgação/Ministério da Saúde
Divulgação/Ministério da Saúde

Bolívia reporta primeiro caso de febre amarela em uma década

Turista dinamarquês infectado pelo vírus vai continuar tratamento no Chile

O Estado de S.Paulo

11 Fevereiro 2017 | 05h41

LA PAZ - O governo da Bolívia informou nesta sexta-feira, 10, que um turista dinamarquês foi infectado pelo vírus da febre amarela, o primeiro caso da doença relatado no país em uma década.

O turista teria sido infectado em uma viagem ao oeste da Bolívia. O diretor Nacional de Epidemiologia, Rodolfo Rocabado, disse que o infectado completará o tratamento no Chile, depois de ficar internado em um hospital boliviano. O especialista também disse que a população não devem ficar com medo da doença.

"Esta pessoa veio de outro lugar e não havia sido vacinada", disse à Reuters. "Nossa população está segura porque fizemos uma série de campanhas de vacinação massiva aqui."

A febre amarela é uma doença viral encontrada em regiões tropicais da África e das Américas. Ela costuma se manifestar em humanos e macacos e é transmitida, assim como a dengue e a zika, pela picada do mosquito Aedes aegypti.

O Brasil vive um surto de febre amarela em regiões de Minas Gerais e Espírito Santo. Ao menos 79 mortes pela doença foram confirmadas. A última ocorrência em área urbana no Brasil foi em 1942. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.