Brasil discute uso de células humanas em produtos terapêuticos

Encontro organizado pela Anvisa pretende discutir desafios para regulamentação dessas novas tecnologias

Agência Brasil

30 Junho 2010 | 11h43

BRASÍLIA - O uso de células e tecidos de origem humana em produtos para fim terapêutico será tema de uma oficina de trabalho internacional nesta quarta-feira, 30, em Brasília.

 

Organizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o encontro pretende discutir os desafios para a regulamentação dessas novas tecnologias quando incorporadas à prática clínica.

 

A oficina de trabalho "Paradigmas para Regulação de Produtos Derivados de Células e Tecidos Humanos" terá a participação de representantes internacionais da Food and Drug Administration (FDA), dos Estados Unidos, da Austrian Medicines and Medical Devices Agency AGES (AGES PharmMed), de integrantes da Rede Nacional de Terapia Celular e da Secretária de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.