Brian Snyder/Reuters
Brian Snyder/Reuters

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Brasil já conta com 11 testes para detectar coronavírus aprovados pela Anvisa

Agência aprovou mais três novos testes nesta segunda-feira, 23

Patrik Camporez e Denise Luna, O Estado de S.Paulo

23 de março de 2020 | 18h54

BRASÍLIA E RIO – Para enfrentar a pandemia do coronavírus, o Brasil passou a contar, nesta segunda-feira, com um total de 11 testes capazes de detectar a covid-19 aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Somente nesta segunda, a Anvisa aprovou três novos testes.

Entre os novos produtos aprovados, dois são ensaios moleculares, do tipo PCR, que tem um alto grau de precisão. O terceiro é um novo teste rápido que faz a detecção de anticorpos, ou seja, que utiliza uma pequena amostra de sangue para a detecção.

Na avaliação da Agência, a disponibilização de novos produtos no mercado brasileiro deve aumentar as opções para diagnóstico da presença do vírus na população, conforme tem recomendado a Organização Mundial da Saúde (OMS). Dos 11 testes aprovados até o momento no Brasil, nove são do tipo rápido, com resultados em cerca de 15 minutos, e dois são do tipo molecular.

Neste final de semana, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, disse que 5 milhões de novos testes rápidos para coronavírus chegarão ao País nos próximos dias. Com isso, o Brasil começará a testar também os casos menos graves de covid-19. Nas próximas três semanas, o número de testes rápidos pode chegar a 10 milhões.

“Vamos começar com 5 milhões de testes e chegaremos a 10 milhões”, afirmou Wanderson Oliveira, que é secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde. “A hipótese de que há muito mais gente com coronavírus circulando é correta, já que 80% dos casos são assintomáticos. Por isso a necessidade de isolamento, por isso a recomendação de isolamento social. Temos várias parcerias com laboratórios privados e estamos ampliando a capacidade de testagem dos públicos”, completou.

Petrobras

A Petrobrás informou que vai doar ao Sistema Único de Saúde (SUS) 600 mil kits de testes para diagnóstico de covid-19. Desse total, 400 mil kits serão doados ao Ministério da Saúde e 200 mil à Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

Segundo a companhia, o material está sendo importado dos Estados Unidos esta semana e deve chegar ao Brasil em abril. As testagens são do tipo "padrão ouro", que recebem essa classificação pois fornecem um diagnóstico preciso na identificação da presença do vírus.

"A Petrobras está concentrando todos os esforços para ajudar a sociedade a atravessar esse momento tão difícil. Das medidas mais urgentes, a companhia avaliou que a doação de testes para diagnóstico de covid-19 está na lista das prioridades", disse a estatal em nota.

Além da doação, a Petrobras informou que criou um grupo multidisciplinar de profissionais de seu centro de pesquisa (Cenpes) para avaliar e propor soluções em parcerias com universidades, empresas e instituições que possam ajudar no combate ao coronavírus.

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus.

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.