Brasil já registra 7 mortes por febre amarela, em 10 casos

O número de casos de febre amarela registrados neste ano já é o maior desde 2003

Lígia Fomenti,

16 de janeiro de 2008 | 20h40

O número de casos de febre amarela registrados neste ano já é o maior desde 2003, quando foram computados 64 casos, com 23 mortes. Mais quatro contaminações - duas delas resultando em morte - foram confirmadas nesta quarta-feira, 16, totalizando 10 casos comprovados, 7 de morte até agora. Ainda há 12 em investigação - 1 deles registrado ontem - e 7 infecções descartadas. Entenda a doença e os riscosTodos os casos confirmados tiveram Goiás como local suspeito de contaminação. Um deles é o de um paciente de São Caetano que viajou para o Estado, contraiu a doença e agora está hospitalizado. Também foram confirmados dois casos de pacientes da cidade goiana de Luziânia. Um deles está em recuperação e outro morreu. O Ministério da Saúde confirmou que o empresário de Abadiânia, que havia sido internado e morreu em Brasília, estava contaminado. Em São Paulo, uma paciente internada com diagnóstico de febre amarela recebeu alta nesta manhã. Ela havia contarído a doença no  Mato Grosso do Sul.

Tudo o que sabemos sobre:
febre amarela

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.