Brasil já tem 15 casos suspeitos de gripe suína

Mudança de critérios para a determinação de casos suspeitos e em monitoramento fez números aumentarem

Da Redação,

03 Maio 2009 | 14h42

O ministério da Saúde informou neste domingo, 3, que chegaram a 15 os casos suspeitos acompanhados de gripe suína no Brasil. São seis casos em São Paulo, três no Rio de Janeiro, três em Minas Gerais, e um no Mato Grosso do Sul, Espírito Santo e Distrito Federal. Há ainda 44 casos em monitoramento em outros 17 Estados do País.

 

Veja também:

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde 

 

O Gabinete Permanente de Emergências decidiu na sexta-feira, 1, alterar a definição de caso suspeito e em monitoramento para a doença, aumentando o rigor da vigilância para a contenção do vírus, o que levou ao aumento de 7 para 14 casos no sábado, 2. Com as novas regras, passam a ser considerados casos suspeitos aqueles de pessoas provenientes de qualquer área dos países com confirmação de casos e que apresentem os sintomas da gripe suína ou ainda aquelas que tenham tido contato próximo com pessoas infectadas.

 

Nestes casos, a pessoa apresenta febre alta de maneira repentina, em torno dos 38ºC, tosse, podendo estar acompanhadas de algum dos seguintes sintomas: dor de cabeça, dores musculares e nas articulações, dificuldade respiratória.

 

Segundo as regras anteriores, eram considerados casos suspeitos apenas as pessoas vindas de áreas afetadas dentro dos países com casos confirmados.

 

Com relação aos casos em monitoramento, agora estão enquadradas nessa categoria as pessoas que têm sintomas compatíveis com a doença e que venham de países não afetados pela doença ou de áreas sem a ocorrência da doença em países afetados. Antes, só seriam colocadas em monitoramento as pessoas com sintomas e vindas de área sem ocorrência de caso em países afetados.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.