Arte sobre foto de Alissa Eckert, MS; Dan Higgins, MAM/CDC/via REUTERS
Arte sobre foto de Alissa Eckert, MS; Dan Higgins, MAM/CDC/via REUTERS

Brasil registra 612 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas

Média semanal de vítimas do coronavírus fica em 260, em alta após 414 notificações de óbitos represadas de São Paulo

Redação, O Estado de S.Paulo

12 de novembro de 2021 | 20h02

O Brasil registrou 612 novas mortes pela covid-19 nesta sexta-feira, 12. A média semanal de vítimas, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, ficou em 260, acima do número registrado no dia anterior (230). A alta foi puxada por São Paulo, que registrou 414 mortes no dia. É o 12º dia seguido com números abaixo de 300 na média móvel.

Nesta sexta-feira, o número de novas infecções notificadas foi de 14.424. No total, o Brasil tem 610.935 mortos e 21.940.950 casos da doença, a segunda nação com mais registros de óbitos, atrás apenas dos Estados Unidos. Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. Segundo os números do governo, 21.138.584 pessoas estão recuperadas.

O Estado de São Paulo registrou nesta sexta-feira 414 mortes por coronavírus, um número muito alto em relação aos dias anteriores, quando chegou a marcar um ou até nenhum óbito. A explicação da Secretaria de Estado da Saúde de SP é que os dados trazem "um acumulado de diversas semanas epidemiológicas, que após as mudanças da API do sistema Sivep-gripe do Ministério da Saúde (MS) tinham ficado represados no sistema federal. A pasta estadual questionou o MS nestes últimos dias se havia alguma instabilidade ou anormalidade quanto a extração dos números, e foi informada que haveria uma atualização. Deste total de óbitos registrados hoje, 97 são da atual semana epidemiológica que termina neste sábado".

O Ministério da Saúde, por sua vez, informou que o Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEP-Gripe) não ficou fora do ar, mas "apresentou pontuais instabilidades que vem sendo solucionadas diariamente. Sistemas de informação desse tipo necessitam de alterações e/ou correções rotineiras, conforme as necessidades de respostas da vigilância", disse.

Outros três Estados tiveram números mais expressivos no dia: Minas Gerais (36), Santa Catarina (30) e Rio Grande do Sul (26). No lado oposto, o Acre, Amazonas, Roraima e Sergipe não registraram nenhuma morte no dia enquanto Amapá, Paraíba, Rondônia e Tocantins tiveram apenas um óbito.

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

Nesta sexta-feira, o Ministério da Saúde informou que foram registrados 14.598 novos casos e mais 267 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas. No total, segundo a pasta, são 21.939.196 pessoas infectadas e 610.491 óbitos. Os números são diferentes do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.