Arte sobre foto de Alissa Eckert, MS; Dan Higgins, MAM/CDC/via REUTERS
Arte sobre foto de Alissa Eckert, MS; Dan Higgins, MAM/CDC/via REUTERS

Brasil registra mais de 11 mil mortes por coronavírus

De acordo com dados do Ministério da Saúde, o País registou 496 óbitos nas últimas 24 horas

Mateus Vargas / Brasília, O Estado de S.Paulo

10 de maio de 2020 | 19h00

O Brasil registrou 496 mortes decorrentes do novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo atualização feita pelo Ministério da Saúde neste domingo, 10. Com isso, o total oficial de vítimas da covid-19 no País subiu de 10.627 para 11.123. O número de casos confirmados da doença saltou de 155.939 para 162.699, com 6.760 novos registros.

O balanço deste domingo interrompe uma sequência de cinco dias com registros acima de 600 mortes. Técnicos do Ministério da Saúde, no entanto, já afirmaram que os registros caem durante fins de semana e feriados, quando serviços de notificações de infectados e vítimas não funcionam em alguns locais do País. O recorde contabilizado em 24h é de 751 vítimas, na sexta-feira, 8. São Paulo continua sendo o Estado mais afetado pela doença, com 3.709 óbitos e 45.444 casos confirmados. Em seguida, vem o Rio de Janeiro (1.714 óbitos, 17.062 casos), Ceará (1.114, 16.692 casos), Pernambuco (1.047 óbitos, 13.275 casos) e Amazonas (1.004 óbitos, 12.599 casos). 

De acordo com o Ministério da Saúde, o número de mortes registradas nas últimas 24 horas não indica quantas pessoas faleceram entre um dia e outro, mas sim o número de mortes que tiveram como causa confirmada o coronavírus nesse intervalo. Ou seja, esse número pode conter óbitos que ocorreram anteriormente, mas que só recentemente foram diagnosticados como decorrentes do novo coronavírus e registrados nas estatísticas oficiais. Mesmo assim, o número oficial de registros continua em ascensão. 

O País já está entre as nações com maior número de mortes pela doença, ficando atrás dos Estados Unidos (79.384), novo epicentro mundial da covid-19, Reino Unido (31,930), Itália (30.560), Espanha (26.621) e França (26.313), segundo ranking baseado nos dados compilados pela Universidade John Hopkins, dos Estados Unidos. 

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.