Brasil registra mais de 199 mil casos de covid e 489 mortes nas últimas 24 horas

Média móvel de testes positivos para o coronavírus nos últimos sete dias é de 159 mil e atinge novo pico da pandemia no País

Redação - O Estado de S.Paulo

Ver mais

O Brasil registrou 489 novas mortes pela covid-19 nesta terça-feira ,25, maior número em 24 horas desde 12 de novembro de 2021, quando foram registradas 612 mortes. A média semanal de vítimas, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, ficou em 332, mantendo tendência de crescimento pelo 14° dia consecutivo.

O número de novas infecções notificadas foi de 199.126, o terceiro maior da pandemia. A média móvel de testes positivos atingiu um novo pico e está em 159.789. No total, o Brasil soma 623.901 mortos e 24.334.072 casos da doença. Acre, Goiós e Roraima não registraram vítimas fatais da doença nesta terça. 

Continua após a publicidade

Profissional de Saúde faz teste em paciente; média móvel de novos casos em queda desde 4 de fevereiro, fica abaixo de 100 mil pela primeira vez desde janeiro. Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. 

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde 8 de junho de 2020, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Brasil registra mais de 199 mil casos de covid e 489 mortes nas últimas 24 horas

Média móvel de testes positivos para o coronavírus nos últimos sete dias é de 159 mil e atinge novo pico da pandemia no País

Redação - O Estado de S.Paulo

Ver mais

O Brasil registrou 489 novas mortes pela covid-19 nesta terça-feira ,25, maior número em 24 horas desde 12 de novembro de 2021, quando foram registradas 612 mortes. A média semanal de vítimas, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, ficou em 332, mantendo tendência de crescimento pelo 14° dia consecutivo.

O número de novas infecções notificadas foi de 199.126, o terceiro maior da pandemia. A média móvel de testes positivos atingiu um novo pico e está em 159.789. No total, o Brasil soma 623.901 mortos e 24.334.072 casos da doença. Acre, Goiós e Roraima não registraram vítimas fatais da doença nesta terça. 

Continua após a publicidade

Profissional de Saúde faz teste em paciente; média móvel de novos casos em queda desde 4 de fevereiro, fica abaixo de 100 mil pela primeira vez desde janeiro. Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. 

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde 8 de junho de 2020, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Atualizamos nossa política de cookies

Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.