Arte sobre foto de Alissa Eckert, MS; Dan Higgins, MAM/CDC/via REUTERS
Arte sobre foto de Alissa Eckert, MS; Dan Higgins, MAM/CDC/via REUTERS

Brasil registra média de 679 mortes causadas pelo novo coronavírus diariamente

Em 24 horas, País contabilizou 1.136 novos óbitos; alto número é reflexo dos dados represados durante o feriado prolongado de 7 de setembro

Ludimila Honorato e Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

09 de setembro de 2020 | 20h02

O Brasil contabilizou uma média móvel de 679 óbitos por dia devido à covid-19 nesta quarta-feira, 9, uma pequena oscilação em relação ao dia anterior. Nas últimas 24 horas, foram registradas 1.136 mortes, o que elevou o total para 128.653. O número alto desde as 20h de terça-feira é reflexo dos dados represados ao longo do feriado prolongado de 7 de setembro, quando as secretarias estaduais de Saúde fazem uma contagem mais defasada. Os Estados Maranhão e Piauí não informaram novos dados.

No mesmo período, o País somou 34.208 novos testes positivos para o novo coronavírus, segundo levantamento feito por Estadão, G1, O GloboExtraFolha e UOL. Até o momento, 4.199.332 brasileiros foram contaminados. O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira que 3.453.336 estão recuperados e 616.014 seguem em acompanhamento.

Nesta quarta-feira, o Estado de São Paulo registrou 866.576 casos confirmados e 31.821 mortes por covid-19. Em 24 horas, foram 391 óbitos e 7.793 casos novos. Segundo o governo, 321 dos 645 municípios paulistas não registraram óbitos pela doença nos últimos 14 dias.

Já o Rio de Janeiro teve mais 124 mortes e 500 casos nesse mesmo período. No total, o Estado soma 16.770 pessoas que morreram em função do coronavírus e 233.873 que se infectaram. Mais 354 óbitos estão sendo investigados, sob suspeita de terem sido causados pelo novo coronavírus. De acordo com a secretaria de Saúde carioca, 212.963 pacientes se curaram.

Parceria

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. De forma inédita, a iniciativa foi uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia e se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais.

Segundo o Ministério da Saúde, 35.816 casos de infecção pelo novo coronavírus foram registrados nas últimas 24 horas, além de 1.075 mortes. No total, segundo a pasta, 4.197.889 pessoas já foram infectadas e 128.539 morreram por causa da covid-19. Os números diferem dos compilados pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.