Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Michael Dantas/AFP
Michael Dantas/AFP

Brasil registra média móvel diária de 392 óbitos por coronavírus

Nas últimas 24 horas, País teve mais de 23 mil novos casos e 609 novas mortes, segundo dados do consórcio de imprensa

Marcela Coelho, O Estado de S.Paulo

05 de novembro de 2020 | 20h00

A média móvel diária de óbitos por covid-19, que registra as oscilações dos últimos sete dias e elimina distorções entre um número alto de meio de semana e baixo de fim de semana, ficou em 392 nesta quinta-feira, 5.

Nas últimas 24 horas, o Brasil teve 23.317 novos casos confirmados e 609 novos óbitos. Ao todo são 5.614.258 pessoas infectadas e 161.779 mortos por coronavírus desde o início da pandemia, conforme dados do consórcio dos veículos de imprensa, formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL, e feito em conjunto com as secretarias estaduais de Saúde. 

São Paulo contabilizou 2.637 novos casos e 168 novas mortes desde às 20h do dia anterior. No total, o Estado tem 1.125.936 infecções diagnosticadas e 39.717 óbitos. De acordo com boletim da Secretaria Estadual de Saúde, são 1.023.885 pessoas recuperadas. As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 42,3% na Grande São Paulo e 39,4% no Estado.

Dados apresentados pela Secretaria Estadual da Saúde em coletiva de imprensa nesta quinta, referentes à semana epidemiológica 45, mostram que São Paulo manteve uma média diária de mortes pela covid-19 inferior aos 100 óbitos, índice semelhante ao registrado em abril. Os números ainda são parciais, porque a semana se encerra no sábado, mas indicam tendência de queda. De acordo com a pasta, também houve queda de 14% nas internações e 50% nos casos confirmados.

Já no Rio de Janeiro foram registradas 90 mortes e 754 novos casos da doença nas últimas 24 horas. Até agora, 20.849 pessoas morreram em função do coronavírus no Estado, que registra 313.843 casos. 

Parceria

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. De forma inédita, a iniciativa foi uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia e se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais.

De acordo com o Ministério da Saúde, 22.294 novos casos de covid-19 e 630 óbitos foram registrados nas últimas 24 horas, o que eleva o total para 5.612.319 pessoas infectadas e 161.736 que perderam a vida por conta da doença no País. Os números diferem dos compilados pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

A pasta ainda informou que os números de recuperados, casos em acompanhamento e em investigação não foram atualizados por conta dos problemas enfrentados com os sistemas do Ministério nesta quinta. Disse também, por meio de nota, que "as informações não sofrerão qualquer prejuízo".  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.