Arte sobre foto de Alissa Eckert, MS; Dan Higgins, MAM/CDC/via REUTERS
Arte sobre foto de Alissa Eckert, MS; Dan Higgins, MAM/CDC/via REUTERS

Brasil registra média móvel diária de 784 mortes por coronavírus, a menor dos últimos 112 dias

Desde 18 de maio, quando marcou média móvel de 749 óbitos, o índice não era tão baixo no País

Fábio Grellet e Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

07 de setembro de 2020 | 20h03

SÃO PAULO - A média móvel de mortes covid-19, que registra as oscilações dos últimos sete dias e elimina distorções entre um número alto de meio de semana e baixo de fim de semana, atingiu o menor patamar dos últimos 112 dias. O registro nesta segunda, 7, foi de 784 óbitos em média a cada 24 horas pelo novo coronavírus. Pela primeira vez desde 19 de maio o número foi inferior a 800 mortes de média. Desde 18 de maio, quando marcou média móvel de 749 óbitos, o índice não era tão baixo.

Segundo o consórcio de veículos de imprensa, formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL, foram registrados nas últimas 24 horas 9.992 novos casos e 315 óbitos segundo levantamento realizado nesta segunda, 7, em conjunto com as secretarias estaduais de Saúde.

No total são 127.001 mortes registradas e 4.147.598 pessoas contaminadas no Brasil. Segundo o balanço mais recente do Ministério da Saúde, desta segunda às 18h30, são 3.355.564 ​pessoas recuperadas do coronavírus em todo o País e outros 665.270 casos ainda em acompanhamento.

O Estado de São Paulo registrou 1.608 novos casos e 24 mortes, chegando a um total de 857.330 contaminados e 31.377 óbitos. Já o Estado do Rio de Janeiro registrou 25 mortes por covid-19 e 2.218 novos casos da doença no período de 24 horas, segundo boletim divulgado na tarde desta segunda-feira pela secretaria estadual de Saúde. Até agora, 16.593 pessoas morreram em função do coronavírus no Estado do Rio, que registra 233.052 casos.

Parceria

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia. E se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais.

Nesta segunda, 7, o Ministério da Saúde informou que o Brasil contabilizou 10.273 novos casos e 310 óbitos nas últimas 24 horas. No total são 4.147.794 casos confirmados e 126.960 mortes por covid-19. Os números são diferentes dos compilados pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.