Brasil tem 1.046 casos confirmados de microcefalia

Suspeitas passaram de 6.776 para 6.906 em uma semana; registros de abortos e mortes de bebês com a má-formação também subiram

Lígia Formenti, O Estado de S. Paulo

05 Abril 2016 | 19h39

BRASÍLIA - O número de casos suspeitos de microcefalia passou de 6.776 para 6.906 em uma semana. Do total de registros acumulados desde agosto do ano passado até agora, 1.814 foram descartados, 1.046 foram confirmados para microcefalia e 4.046 estão sob investigação.

Até o momento, foram encontrados traços de infecção pelo vírus zika em 170 amostras de bebês com a má-formação, 40 a mais do que o boletim divulgado pelo Ministério da Saúde semana passada.

O número de abortos e mortes de bebês com microcefalia logo depois do parto também aumentou. Foram registrados 227 óbitos, ante 208 contabilizados na semana passada. 

Mais conteúdo sobre:
Ministério da Saúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.