REUTERS/Amanda Perobelli - 30/07/2020
REUTERS/Amanda Perobelli - 30/07/2020

Brasil tem 66,91% da população com 2ª dose da vacina contra a covid; 14 Estados não atualizam dados

Mais de 142 milhões de brasileiros receberam duas doses ou imunizante de aplicação única; Piauí assume dianteira no ranking nacional e é o Estado mais avançado

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de dezembro de 2021 | 20h14

O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a covid-19 no Brasil chegou nesta quinta-feira, 23, a 160.926.760, o equivalente a 75,44% da população total. Nas últimas 24 horas, 62,5 mil pessoas receberam a primeira aplicação da vacina, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa. 

Entre os mais de 160 milhões de vacinados, 142,73 milhões receberam a segunda dose ou um imunizante de aplicação única, o que representa 66,91% da população com duas doses ou a vacina da Janssen.

Nas últimas 24 horas, 435,2 mil pessoas receberam a segunda dose e outras 1.705 receberam o imunizante produzido pela Johnson & Johnson.

Nesta quinta-feira, 410,4 mil pessoas ainda receberam a dose de reforço. Ao todo, 24,47 milhões de brasileiros já foram "revacinados".

Somando todas as vacinas aplicadas, o Brasil administrou 909,9 mil doses nas últimas 24 horas.

Os Estados que não divulgaram os registros de vacinação nesta quarta são: Acre, Alagoas, Amapá, Goiás, Mato Grosso, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

São Paulo tem 82,01% da população total vacinada ao menos com uma dose contra o coronavírus, e 78,2% com o esquema vacinal completo (duas doses ou aplicação única), o segundo mais avançado do País e atrás apenas do Piauí, que atingiu nesta quinta o índice de 80,68% dos habitantes nesse patamar. Os outro três Estados com a maior proporção dessa taxa são: Mato Grosso do Sul (71,74%), Minas Gerais (71,02%) e Rio Grande do Sul (69,74%).

Tudo o que sabemos sobre:
coronavíruscoronavírus [vacina]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.