Celio Messias/Estadão
Celio Messias/Estadão

Brasil tem mais de 61 milhões de habitantes com dose de reforço anticovid

Brasil registrou a aplicação de 1,12 milhão de novas doses de vacinas contra covid-19 nesta terça, 22

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2022 | 20h43

O Brasil registrou a aplicação de 1,12 milhão de novas doses de vacinas contra covid-19 nesta terça-feira, 22. Com isso, o número de pessoas que receberam ao menos a primeira dose de imunizantes anticovid chegou a 171.520.951, o que corresponde a 79,84% da população.

Com duas doses ou dose única, são 153,9 milhões de habitantes do País, o equivalente a 71,64% do total. Os dados são reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal.

Ao todo, 61,4 milhões de pessoas foram vacinadas com terceira dose. Podem tomar o reforço pessoas que receberam a segunda dose há ao menos quatro meses. Não há informações, porém, sobre quantas pessoas já estariam aptas a receber essa aplicação e que ainda não buscaram os postos.

Segundo os dados reunidos pelo consórcio, 7,64 milhões de crianças de 5 a 11 anos (ou 36,37% do total) já tomaram a primeira dose da vacina contra a covid-19. A vacinação começou mais tarde para este público, mas dados compilados pelo Estadão evidenciam que a imunização infantil avança em ritmo lento.

Nas últimas 24 horas, foram administradas no País 249.035 primeiras doses, 1.794 doses únicas e 694.737 terceiras doses. O número de segundas doses foi de 177.930.

Em termos proporcionais, São Paulo é o Estado que mais vacinou a população: com ao menos a primeira dose, são 93,86% dos habitantes. Já 85,91% receberam duas doses ou dose única da vacina anticovid.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.