Sebastiao Moreira/EFE
Sebastiao Moreira/EFE

Brasil tem média móvel diária de 353 óbitos por covid-19

No total, mais de 5,6 milhões de pessoas se infectaram e mais de 162 mil morreram devido ao coronavírus no País

Marcela Coelho, O Estado de S.Paulo

06 de novembro de 2020 | 20h09

O Brasil registrou nesta sexta-feira, 6, uma média móvel de 353 óbitos por dia causados pela covid-19, número que compila dados dos últimos sete dias. Nas últimas 24 horas foram contabilizados mais 18.247 casos e 256 mortes, segundo levantamento feito por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL junto às secretarias estaduais de saúde.

No total, o País tem 5.632.505 casos confirmados e 162.035 mortes. Os estados do Amazonas, Amapá, Santa Catarina e São Paulo não enviaram novas atualizações dos dados nesta sexta. No caso do Amapá, o abastecimento de informações tem sido afetado pelo blecaute que atinge o Estado há três dias.

Em número de contaminados, o Brasil é o terceiro país mais afetado pela pandemia, conforme contagem da Universidade Johns Hopkins. Está atrás de Estados Unidos e Índia, que ocupam a primeira e segunda posição, respectivamente. No entanto, em relação ao total de óbitos, o País está em segundo lugar com mais mortos.

Parceria

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. De forma inédita, a iniciativa foi uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia e se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais.

Segundo o Ministério da Saúde, 18.862 novos casos de covid-19 e 279 óbitos foram registrados nas últimas 24 horas, o que eleva o total para 5.631.181 pessoas infectadas e 162.015 que perderam a vida por conta da doença no País. Devido a problemas técnicos, dados dos estados Amapá, Amazonas, São Paulo, Santa Catarina e Tocantins e  foram inviabilizados de serem atualizados. Os números diferem dos compilados pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

A pasta ainda informou que os números de recuperados, casos em acompanhamento e em investigação não foram atualizados desde quinta-feira, 5, por conta dos problemas enfrentados com os sistemas do Ministério.

"O Ministério da Saúde informa que, nesta sexta-feira (6) identificou incidente em páginas web, o que desconfigurou layouts. A questão está sendo tratada pela equipe do DataSUS, e as páginas estão sendo restabelecidas. Não foram afetados os dados nem os servidores da pasta, que estão preservados pelas medidas de segurança adotadas. O Ministério da Saúde está revisando todas as camadas de segurança dos sistemas de Informação do SUS, o que pode ocasionar intermitência nos sistemas e na disseminação de informações da saúde durante o fim de semana, com previsão de término até o próximo domingo (08/11)", informou por  meio de nota. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.