WERTHER SANTANA/ESTADÃO
WERTHER SANTANA/ESTADÃO

No Brasil, quase 200 mil agentes de saúde já apresentaram sintomas da covid-19

Cerca de 30 mil tiveram infecção por coronavírus confirmada; 115 mil ainda aguardam conclusão de exames e 54 mil testaram negativo

Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

14 de maio de 2020 | 19h44

BRASÍLIA – No Brasil, aproximadamente 200 mil agentes de saúde já apresentaram sintomas do novo coronavírus desde o início da pandemia. Desses, cerca de 30 mil tiveram diagnóstico confirmado para o novo coronavírus. Outros 115 mil ainda aguardam conclusão de exames e 54 mil testaram negativo para a doença. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 14, pelo Ministério da Saúde.

Do total de casos, os técnicos ou auxiliares de enfermagem representam a categoria mais afetada (34,2%), seguidos por enfermeiros (16,9%), médicos (13,3%) e recepcionistas (4,3%). 

Durante entrevista coletiva à imprensa, na noite desta quinta-feira, 14, o secretário substituto de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, afirmou que os números preocupam o governo devido ao afastamento dos profissionais, medida que impacta diretamente o trabalho de combate à doença. Segundo ele, "é importante termos não somente os equipamentos, mas os profissionais".

"O trabalho que tem sido feito pelos profissionais de saúde no enfrentamento ao covid-19 tem nos preocupado bastante devido ao número de afastamentos. Independente dos casos confirmados ou não, todo profissional de saúde que apresentar sintomas ele precisa ser afastado naquele período para se prevenir a transmissão intra-hospitalar", disse Macário. 

Na conversa com jornalistas, o secretário aproveitou para "saudar" os profissionais da saúde por enfrentarem diuturnamente a pandemia. Ele também destacou que todo profissional que apresenta sintomas de síndrome gripal, como febre, tosse, dor de garganta, tem que ser afastado preventivamente e deve fazer teste para identificar se está com coronavírus ou não. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.