Miguel Medina/AFP
Miguel Medina/AFP

Brasil vacina mais de 12 milhões de crianças com ao menos uma dose contra covid

No total, País já imunizou 177.534.810 de pessoas com ao menos uma dose até as 20 horas desta quarta-feira, 11

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de maio de 2022 | 20h44

O Brasil vacinou até esta quarta-feira, 11, um total de 12.031.227 de crianças com idade de 5 a 11 anos contra a covid-19. A quantidade equivale a 58,69% do público-alvo da vacinação pediátrica. Um total de 5.934.246 (28,95%) de infantis já receberam duas doses. No acumulado, o País já imunizou 177.644.296 (82,69%) de pessoas com ao menos uma dose até as 20 horas de hoje.

O número de vacinados com a 2.ª dose ou dose única contra a doença está em 164.996.039, o equivalente a 76,8%. O país já aplicou 89.015.596 para 3.ª dose, enquanto para a quarta foram utilizadas 2.102.868.

Nas últimas 24 horas, o País administrou 840.479 doses de vacinas, de acordo com os dados do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. Até este horário apenas 19 estados haviam informado dados sobre vacinação.

O balanço da campanha de vacinação contra a covid é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho de 2020, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

Em termos proporcionais, Piauí é o Estado que mais vacinou sua população até aqui: 93,02% dos habitantes receberam ao menos a primeira dose. Os Estados do Amapá e Roraima apresentam os percentuais mais baixos de indivíduos vacinados com uma dose: 62,27%. Em números absolutos, o maior número de vacinados com a primeira dose está em São Paulo (42 milhões), seguido por Minas Gerais (17 milhões) e Rio de Janeiro (14 milhões).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.