Brasileiros no exterior com Ebola poderão ser trazidos de volta ao País

Não há, no entanto, até o momento, notícias de brasileiros com sintomas da doença; Ebola já matou mais de 900 na África

Lígia Formenti, O Estado de S. Paulo

08 Agosto 2014 | 15h53

BRASÍLIA - Brasileiros com o vírus Ebola que estejam em outros países poderão ser removidos para o Brasil para fazer o tratamento, afirmou na tarde desta sexta-feira, 8, o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa. 

De acordo com ele, entendimentos com o Itamaraty e com a Aeronáutica já foram realizados. Não há, no entanto, até o momento, notícias de brasileiros com sintomas da doença. "Tomamos a decisão para a hipótese de haver algum caso", disse. 

De acordo com ele, nada impede que  o transporte seja feito em avião de carreira. "Basta que algumas medidas de proteção sejam adotadas." 

Alerta. Aeroportos brasileiros vão passar a veicular mensagens de alerta aos passageiros sobre os riscos de Ebola a partir deste sábado, 9. A decisão integra um pacote de medidas adotado pelo governo brasileiro horas depois de a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretar estado de emergência sanitária internacional por causa da doença, que já provocou 1.711 casos na África Ocidental e 932 mortes.

Mais conteúdo sobre:
Ebola

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.