Niels Andreas/AE
Niels Andreas/AE

Cães ajudam a melhorar preparo físico dos donos

Segundo especialista, além do benefício para a saúde, o 'dog walking' também é fundamental para a construção de relacionamentos entre as pessoas

Estadão.com.br com agências

28 de setembro de 2011 | 18h34

Pesquisas recém-divulgadas mostram que os donos de cachorros caminham com maior frequência e estão mais predispostos a manter um estilo de vida saudável do que as pessoas que não têm o hábito de conviver com bichos de estimação. 

De acordo com Dra. Sandra McCune, co-editora do livro 'The Health Benefits of Dog Walking for People and Pets' ('Os benefícios da caminhada com cachorro para a saúde das pessoas e dos animais de estimação', em tradução literal), ainda não lançado no Brasil, passear com seu cão pode ajudar a manter a prática de exercícios físicos em dia. "Se você caminha com o seu cão, então terá sempre um incentivo extra", explica. 

Estudiosa do comportamento animal, McCune acredita no poder de persuasão do cachorro. Para a especialista, cachorros são poderosos condutores do capital social, ou seja, são uma eficiente moeda de troca, fundamental para a construção de relacionamentos. "Se as pessoas saem com os cachorros, então a probabilidade de iniciarem uma conversa é maior", afirma.

 

A especialista não está sozinha. A Mars Petcare, companhia especializada em comida para animais de estimação, realizou uma pesquisa com 1.011 americanos e descobriu que os cachorros são a razão pela qual 66% dos donos aderem às caminhadas semanais. A pesquisa revela ainda que 25% dos casais que têm filhos pequenos e mantêm um cachorro em casa visitam, regularmente, parques e outros espaços livres.

Dia do cachorro

Neste outono, diversas cidades norte-americanas promovem versões do Dia do Cachorro. Chamado de "The Power of Pets" (O Poder dos Cachorros), o programa inclui corridas, caminhadas, yoga e outras atividades, todas envolvendo o melhor amigo do homem. "É a chance de unir a comunidade", conta Katy Leclair, diretora-executiva do programa em Chicago. 

A instrutora de fitness Shirley Archer tem opinião semelhante. "Cachorros podem compartilhar energia, entusiasmo e amizade", afirma. Archer, contudo, alerta para o fato de que os cães têm suas próprias necessidades. "Se eles caminham com você, é preciso hidratá-los de maneira regular. Cheque sempre as patas do seu animal e não deixe que eles corram depois de uma refeição", diz. 

 

Outra admiradora do mundo dos cães é Laura Hardy, avó, estudante de graduação em tempo integral e dona de dois pastores alemães. "Eu tenho cachorro desde os 20 anos de idade. Acho que isso explica um pouco a minha boa forma atual", conta Hardy.

Tudo o que sabemos sobre:
Cãespreparo físicodonossaúdevida

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.