Arquivo/AE
Arquivo/AE

Cai número de fumantes pesados no Estado de SP, diz secretaria

Balanço de 2010 mostra que 28,8% dos entrevistados foram classificados como fumantes pesados, contra 42,1% no ano anterior

Solange Spigliatti, estadão.com.br

06 de setembro de 2011 | 13h08

SÃO PAULO - Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo aponta que os paulistanos estão fumando menos. Balanço de 2010 mostra que 28,8% dos entrevistados foram classificados como fumantes pesados, contra 42,1% no ano anterior.

 

Segundo a secretaria, o número de pessoas que fumam dois ou mais maços de cigarro por dia na cidade de São Paulo caiu 31% entre 2009 e 2010. Em 2009, 42,15% dos entrevistados pela pesquisa foram enquadrados como fumantes pesados. Já em 2010, a quantidade de pessoas indicadas dentro de um consumo diário de dois ou mais maços diários de cigarro diminuiu para 28,83%.

 

Em 2009, 24,86% foram apontadas como fumantes (consumo de um a dois maços por dia), 10,46% como fumantes leves (menos que um maço por dia) e 22,51% como não fumantes. Já em 2010, os fumantes representaram 29,19%, os fumantes leves 13,82% e os não fumantes 28,15%.

 

O levantamento foi feito com base em intervenções de rua a cerca de mil pessoas em cada ano do levantamento promovidas pelo Cratod (Centro de Referência em Álcool, Tabaco e outras Drogas) em locais movimentados da capital paulista.

 

Para chegar à classificação do grau de tabagismo de cada entrevistado, o Cratod aplicou um teste que mede a concentração de monóxido de carbono no organismo da pessoa. Trata-se de uma espécie de "bafômetro do cigarro".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.