Campanha atinge 50 mil testes para HIV em São Paulo

Levantamento realizado pela Secretaria aponta que 66% dos testes foram feitos em mulheres

Solange Spigliatti, da Central de Notícias,

24 de novembro de 2009 | 12h25

Cerca de 50 mil testes para HIV foram realizados na primeira semana da segunda edição da Campanha Fique Sabendo de incentivo ao teste precoce para HIV, promovida pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Levantamento realizado pela Secretaria aponta que 66% dos testes foram feitos em mulheres e 34% em homens.

 

Veja também:

linkNúmero de mortes por aids cai mais de 10% nos últimos 5 anos

video Adriane Galisteu lança campanha contra a aids

linkFundo Global contra Aids arrecada US$2,4 bi para 2 anos

  

A ação é uma iniciativa da Coordenação do Programa Estadual DST/Aids-SP, em parceria com Instituto Adolfo Lutz. Cerca de 460 municípios aderiram à campanha. A meta é realizar 150 mil testes até o próximo dia 1º dezembro, Dia Mundial de Luta Contra a Aids.

 

Levantamento realizado pela secretaria aponta que 66% dos testes foram feitos em mulheres e 34% em homens. A maior parcela das mulheres que procuraram o serviço tinha entre 30 e 39 anos (22,7%). Outros 20% tinham entre 40 e 49 anos e 13,8% tinham idade entre 50 e 59 anos. Apenas 1,2% eram crianças com menos de 13 anos e 8,7% dos testados eram idosos (mais de 60 anos).

 

Entre os homens que se submeteram ao teste, 21,4% tinham idade entre 30 e 39 anos, 18,7% tinham entre 40 e 49 anos e 15,2% estavam com idade entre 50 e 59 anos. Só 0,7% dos homens testados eram crianças com menos de 13 anos e 13,5% idosos. Nos testes rápidos realizados (com resultado no mesmo dia), o índice de positividade foi de 0,62%, sendo um terço deste total em pessoas entre 30 e 39 anos.

 

O Ministério da Saúde estima que cerca de 630 mil brasileiros são hoje portadores do HIV. Desses, 255 mil ainda não sabem seu status sorológico. A partir desses dados, os Programas Nacional, Estadual e Municipal DST/Aids, decidiram estruturar planos para o incentivo ao teste precoce, dentro e fora dos serviços.

Tudo o que sabemos sobre:
AidscampanhatestesHIVSao Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.