Campanha contra o câncer de mama ilumina Cristo com luz rosa

Iniciativa, realizada pelo quarto ano consecutivo, marca lançamento da campanha no Brasil

O Estado de S.Paulo

04 de outubro de 2011 | 21h39

 O monumento do Cristo Redentor, na zona sul do Rio, foi iluminado em rosa, nesta terça-feira, 4, à noite, como parte da campanha internacional “Outubro Rosa”, de alerta contra o câncer de mama. Pelo quarto ano consecutivo, a iniciativa marca o lançamento da campanha no Brasil, onde é coordenada pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama. Participaram do evento as atrizes Luiza Tomé, madrinha da campanha, e Christiane Torloni.



O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais comum no mundo e o mais frequente entre mulheres. No Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), mata cerca de 11 mil pessoas por ano.

 

Agenda. O Congresso Nacional também adereiu à campanha e receberá iluminação nesta quarta-feira, 5. A cor rosa tomará conta do Senado e da Câmara dos Deputados.  Em Brasília, além da iluminação do Congresso Nacional, a programação do Outubro Rosa inclui palestra no dia 6 de outubro, às 9h, na Câmara dos Deputados, aberta a funcionários, congressistas e à comunidade em geral.

 

O Outubro Rosa chegou ao Brasil em 2008 por iniciativa da Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama). O movimento prevê ações durante todo o mês em várias cidades do país, entre elas a iluminação de prédios e monumentos históricos na cor rosa, como o Cristo Redentor e o Santuário Nossa Senhora da Penha, no Rio de Janeiro.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.