Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Campanha contra pólio e sarampo é prorrogada até 29 de setembro na capital

Meta de imunização de 95% das crianças ainda não foi atingida; postos estarão abertos neste sábado em São Paulo

Fabiana Cambricoli e Paula Felix, O Estado de S.Paulo

14 Setembro 2018 | 17h43

SÃO PAULO - Sem atingir a meta de vacinar 95% das crianças contra poliomielite e sarampo, a Secretaria Municipal da Saúde decidiu prorrogar mais uma vez a campanha de imunização contra as duas doenças até o dia 29 de setembro.

Em comunicado divulgado na tarde desta sexta-feira, 14, a pasta informou ainda que 80 postos de saúde estarão abertos neste sábado, 15, para atender crianças que ainda não foram protegidas. Haverá vacinação ainda em um posto localizado no piso térreo do Santana Parque Shopping, na zona norte, das 10 horas às 17 horas.

Até quinta-feira, 13, foram aplicadas 548,2 mil doses do imunizante contra pólio e 545,4 mil doses da vacina tríplice viral (que protege contra sarampo, caxumba e rubéola), o que corresponde a 92,7% e 92,1% de cobertura vacinal, respectivamente.

A ação é voltada para crianças de um ano a cinco anos incompletos e foi iniciada no dia 4 de agosto. Segundo a secretaria, entre as idades atendidas pela campanha, a única que ainda não atingiu a meta é a de crianças com 1 ano de idade. Nesta faixa etária, a cobertura está em 69,8% da vacina de pólio e 68,5% de tríplice.

Em todo o País, apenas 11 Estados conseguiram atingir a meta, segundo o Ministério da Saúde: Mato Grosso do Sul, Ceará, Goiás, Paraíba, Maranhão, Sergipe, Espírito Santo, Santa Catarina, Pernambuco, Rondônia e Amapá.

Mais conteúdo sobre:
poliomielitesarampovacinação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.