Campanha da Unifesp busca doadores de medula óssea

Cadastro começa nesta quinta-feira; voluntários devem ter boa saúde e idade entre18 e 54 anos

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

16 Junho 2010 | 15h18

SÃO PAULO - A Universidade Federal São Paulo (Unifesp) busca voluntários para doação de medula óssea. O cadastro começa nesta quinta-feira, 17, das 9 horas às 15 horas, e pode ser feito na Rua Pedro de Toledo, 697 (em frente ao pronto-socorro do Hospital São Paulo).

 

Durante a inscrição, serão retirados 5 ml de sangue do candidato e feito o preenchimento de uma ficha com dados pessoais.

 

O objetivo da campanha para doação é atender pacientes que necessitam de um transplante de medula e que enfrentam constantemente o problema de compatibilidade entre doador e receptor. Segundo a Unifesp, a chance de encontrar uma medula compatível é, em média, de uma em cem mil.

 

Os interessados em doar precisam ter entre 18 e 54 anos de idade e apresentar bom estado de saúde. É preciso colher sangue para o teste de compatibilidade (HLA), mas não há necessidade de estar em jejum.

Mais conteúdo sobre:
medula óssea transplante Unifesp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.