Campanha de vacinação contra gripe começa em todo o País

Até as 17 horas deste sábado, 2,7 milhões de idosos haviam comparecido aos postos de saúde para tomar vacina

Sucursal de Brasília,

26 de abril de 2008 | 12h45

De acordo com balanço do Ministério da Saúde feito em 5.365 municípios de todo o País, 3 milhões de idosos haviam comparecido aos postos de saúde até as 18h30 deste sábado, 26, para tomar a vacina contra a gripe. A meta do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde é vacinar 13 milhões de pessoas até o dia 9 de maio, o que corresponde a 80% da população de idosos no Brasil.   Veja também: Lula recebe vacina contra a gripe em São Bernardo  Morte de Isabella é 'barbaridade imensa', define Lula   A Campanha Nacional de Vacinação de Idosos contra a gripe foi lançada neste sábado, 26, pelo presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, acompanhado do ministro da Saúde, José Gomes Temporão, em São Bernardo do Campo, São Paulo. Um dos objetivos apresentados é reduzir em 50% das doenças relacionadas à gripe nos idosos vacinados e, no mínimo, 32% hospitalizações por pneumonias.   Lula e o governador de São Paulo, José Serra, encontraram-se neste sábado pela manhã para participar da campanha de vacinação. O presidente, com 62 anos, e Serra, com 65, tomaram a vacina e, em seguida, concederam entrevista coletiva.    Serra chegou às 10h45 à Unidade Básica de Saúde Santa Terezinha, em São Bernardo, acompanhado do secretário estadual de Saúde, Barradas Barata. Lula chegou dez minutos depois, acompanhado de dona Marisa e dos ministros José Gomes Temporão, da Saúde, e Luiz Marinho, da Previdência, pré-candidato do PT à prefeitura de São Bernardo.   Lula ressaltou a importância da campanha e disse que toma a vacina contra a gripe há três anos e que nunca contraiu a doença nesse período. Serra destacou que, em São Paulo, os postos de saúde também aplicam as vacinas contra difteria, tétano e a pneumocócica, além de fazer exame de câncer de boca.   A dengue também foi tema da conversa das autoridades com a imprensa. Lula afirmou que o desafio é não deixar o mosquito nascer, o que é responsabilidade de todos. Para isso, é necessário educar a sociedade brasileira para que cada cidadão cuide de seu quintal, de sua varanda, dos bairros e das cidades. Serra destacou que o combate à dengue no ano que vem começa em 2008. O ministro da Saúde destacou que a epidemia no Rio de Janeiro está diminuindo e que não é mais hora de se fazer períodos de mutirão. "Vamos ter de trabalhar o ano inteiro", disse Temporão.     Lula recebe vacina contra gripe para idosos no UBS Santa Teresinha, em São Bernardo. Na foto o governador Serra brinca com o presidente. Foto: Patrícia Santos/AE   Texto atualizado às 20h11

Tudo o que sabemos sobre:
VacinaçãoLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.