Chris Jackson/AFP
Chris Jackson/AFP

Canadá autoriza vacina da Pfizer para adolescentes de 12 a 15 anos

É o primeiro país do mundo a permitir a imunização dessa faixa etária contra a covid-19

David Ljunggren, Reuters

05 de maio de 2021 | 14h52

OTTAWA - O Canadá autorizou o uso da vacina contra covid-19 da Pfizer para adolescentes de 12 a 15 anos, sendo o primeiro país do mundo a permitir a imunização dessa faixa etária, informou o Ministério da Saúde canadense nesta quarta-feira, 5. A Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) deve adotar uma medida semelhante "muito em breve", disseram autoridades de saúde norte-americanas.

Supriya Sharma, conselheira sênior do Ministério da Saúde federal canadense, disse que a vacina da Pfizer, produzida em parceira com a alemã BioNTech, é segura e eficaz na faixa etária mais jovem. "Estamos começando a ver a luz no fim do túnel", disse ela em uma entrevista coletiva.

Separadamente, autoridades relataram a terceira morte de um canadense em decorrência de um problema de coagulação raro depois de receber a vacina contra covid-19 da AstraZeneca. O homem de cerca de 60 anos vivia na província de New Brunswick. Jennifer Russell, principal autoridade médica de New Brunswick, disse que a província continuará usando a vacina da AstraZeneca. Alberta relatou uma morte de coagulação na terça-feira, e o Québec anunciou uma no dia 27 de abril.

"Haverá casos raros em que ocorrerá uma trombose. Entretanto, os riscos continuam mínimos quando comparados aos riscos, complicações e consequências em potencial da covid-19", disse Russell. Cerca de 20% dos 1.249.950 casos de covid-19 do Canadá foram relatados em pessoas de menos de 19 anos, e o país registra 24.396 mortes. / COLABOROU ALLISON MARTELL

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.