Cápsula Dragon, da SpaceX, volta da Estação Espacial Internacional

A cápsula cargueira Dragon, pertencente à empresa Space Exploration Technologies (SpaceX), mergulhou nesta terça-feira no oceano Pacífico, trazendo experimentos e equipamentos que estavam na Estação Espacial Internacional.

Reuters

26 de março de 2013 | 20h22

A cápsula deixou a Estação às 7h56 (hora de Brasília) e às 13h34 caiu de paraquedas no mar a cerca de 360 quilômetros da península mexicana da Baixa Califórnia.

A operação de resgate por um navio especial foi narrada pelo Twitter quase em tempo real por Elon Musk, fundador e executivo-chefe da SpaceX.

Musk disse que a cápsula está em bom estado e será transportada de navio para Los Angeles, numa viagem que deve durar 30 horas.

A cápsula de carga havia chegado à estação, que paira a cerca de 400 quilômetros de altura, em 3 de março, carregando mais de uma tonelada de equipamentos científicos, peças de reposição, alimentos e mantimentos.

Esse foi o segundo de 12 voos previstos em um contrato de 1,6 bilhão de dólares firmado pela SpaceX com a Nasa. Uma segunda nave cargueira, fabricada e operada pela empresa Orbital Sciences Corp., deve estrear neste ano.

(Reportagem de Irene Klotz)

Tudo o que sabemos sobre:
CIENCIADRAGONESPACO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.