Cápsula espacial Soyuz pousa com segurança no Cazaquistão

A cápsula espacial russa Soyuz trouxe um trio internacional de astronautas de volta à Terra em segurança nesta terça-feira, depois de seis meses na Estação Espacial Internacional.

ROBIN PAXTON, REUTERS

24 Maio 2011 | 12h35

Um pára-quedas enorme foi aberto no céu azul do Cazaquistão na aterrissagem da Soyuz.

O cosmonauta russo Dmitry Kondratyev, comandante da estação, e os engenheiros de voo Catherine "Cady" Coleman, uma norte-americana, e Paolo Nespoli, um italiano, tocaram o chão a bordo do Soyuz TMA-20 às 8h27 do horário local (23h28 de segunda-feira no horário de Brasília).

"Eles pousaram. Tudo estava bem", disse Irina Manshilina, porta-voz do Controle de Missão Russo, por telefone de uma região próxima de Moscou.

A Nasa TV disse que foi uma entrada perfeita e a cápsula pousou na posição vertical, 147 quilômetros a sudeste da cidade de Zhezkazgan, na região central do Cazaquistão.

O pouso suave pode ajudar a amenizar a crescente preocupação com a dependência absoluta da Rússia para os voos que partem para a estação espacial de 100 bilhões de dólares, compartilhada por 16 países, pouco antes de a Nasa aposentar seu programa de ônibus espaciais neste ano.

Comentaristas da TV Nasa disseram que a tripulação parecia estar em forma física excepcional ao sair da cápsula.

Kondratyev bebeu água e parecia estar relaxado enquanto a equipe de resgate limpava o suor de sua sobrancelha. Coleman sorriu ao descer da cápsula espacial e foi carregada em uma cadeira reclinável. Nespoli foi o último a sair.

Mais conteúdo sobre:
ESPACO SOYUZ POUSO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.